Seguidores

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Paisagem de mim mesma!!!

   Quando foi me pedido que descrevesse sobre mim mesmo quinhentas palavras, na primeira pessoa usando o presente do indicativo, no início achei até simples mas pensando profundamente no assunto comecei a ficar aflita até mesmo apreensiva.
  Enquanto eu pensava sobre a minha resposta a esta tarefa, me dei conta de que há três aspectos muito diferentes de mim, mesmo que eu poderia descrever.
   Decidi  então descrever, com o máximo de sinceridade, todos os três "eus" que conheci até hoje.
   Esses eus formam o que eu vou chamar de de paisagens de mim mesma, paisagem que estou me empenhando em transformar. Que estou decidido a transformar
   A paisagem de quem somos muda de aparência dependendo de quem somo, da nossa posição na vida e de como escolhemos nos apresentar.
Em primeiro lugar há o "eu" que costuma aparecer nos durante momentos como este.
    O eu que eu quero que os outros vejam .Este é o "eu" de montanhas majestosas e prados verdejantes.Este é o eu de força e poder e o eu das grandes realiazações educacionais e profissionais, da capacidade de liderança e da comprovada dedicação aos outros. Este é o público: o eu em que eu me empenho em me agarrar.
    Em seguida há o eu que não quer ser revelado. O eu que quer se esconder, trata-se da paisagem da fraqueza, há muitos vales e poucos picos nesse eu, ele inclui  o que eu penso e acredito secretamente a meu respeito.Este é o eu que eu não compartilho com os outros.É o eu com quem viajo nos momentos de tristeza, do medo, nos momentos em que me sinto sem valor e sem esperança, Entretanto, sou capaz de reconhecer que este eu pode me ajudar a aprender com meus erros e falhas e crescer.
    Na paisagem desse eu, a topografia inclui locais como o "pântano da auto- enganação", que transborda com falta de sinceridade, que se encobre com a neblina do egoísmo e que fede com o mau cheiro do narcisismo.
     Aqui as serpentes venenosas da proscrastinação, preguiça e da falta de disciplina procriam livremente, com frequência,ameaças de me comer viva.
    Perto dali encontra-se o" vale da insegurança". Este vale é pontilhado das imensas rochas do temor, formados pelo medo de fracassar e por seixos de incerteza. O solo é árido devido as longas secas da vergonha e da culpa. Nada cresce nesse vale.Ele é coberto pelas ervas daninhas da limitação e da escasses.
    O deserto da ira cerca o vale da insegurança.Ele é aquecido pelo implacável sol do ódio e do ressentimento,que dão origem aos ventos quentes da resistência, da desobidiência,da competitividade e da arrogância,Esses ventos criam tempestades de areia de ciúme, maldade e inveja.
    Há lugares nessa paisagem que não podem ser vistos por quem olha, São as cavernas e grutas subterrâneas do "não sou bom o bastante"e não "mereço" o que é bom que percorrer o terreno por baixo dos pântano, do vales e do deserto.Essas cavernas estão por baixo de todas as cenas autodestrutivas só recentemente fui descobrir o quão profundamente essas cavernas e grutas recortam a minha vida. E foi a esses alicerces que eu me apeguei para construir minha vida.Até hoje.
     Durante esse trabalho, achei muito interessante verificar que, embora eu seja capaz de identificar os meus pontos fracos com imenso detalhe, sinto dificuldade em apontar os meus pontos fortes,Existe, no entanto, um terceiro ambiente nessa paisagem do eu.
   Não é novo, embora se trate de um local que estou apenas começando a conhecer e aceitar.
     Nessa terceira paisagem viceja um cenário lindo e inspirador, cenas de sonhos e inspiração.
     Para mim, é um local novo, porque chafurdei tempo demais no pântano do auto -engano,visitei a gruta '" do não sou bom o bastante com excessiva  tanta frequencia, aliás que perdi de vista o meu direito  de sonhar e de aspirar aos meus objetivos que criei pra mim.
   Agora me vejo no meio desse novo território, tendo sonhos alegres, dedicando-me a realizar-los.Vejo o sol iluminando as colinas verdejantes da esperança, vejo praias com areias alvas da confiança, jardins de amor próprio e montanhas de fé na minha capacidade.
     Nesse novo local de sonhos, eu canto e danço deliciando-me visito lugares onde reina uma paz de tirar o fôlego, enquanto caminho por um planeta e riquezas abundantes converso com Deus em silencio.
     Eu agora me vejo aprendendo coisas novas, ensinando coisas novas criando objetivos de rara beleza, amando e sendo amada apaixonadamente.
    Mas acima de eu me vejo na paisagem da felicidade.Eu apenas sou como sou,
    Vejo -me como professor, de um eu novo e verdadeiro.
Sou mestre disposto a dar apoio aos que buscam conectar-se com Deus. 
     A medida que aprendo e que ensino a mim mesmo, terei o que compartilhar com os outros.Ensinarei o processo inscrito no coração de acordo com o que aprendi em minhas andanças pelo deserto, pelo pântano, e pela gruta, até vir descasar na praia da entrega. nos jardins dos sonhos.
    Não é incrível termos que percorrer tantos lugares sombrios para encontrar a luz que sempre tivemos? Eu fugi de quem sou e voltei a me encontrar enquanto tentava ajudar os outros. Agora vejo-me com mais clareza, dedico-me a usar o que Deus me deu para atingir o que desejo e me ofereço ao bem desse planeta a isso eu me dedico.
     Me identifiquei muito, li esse livro faz uns dez anos, espero que as ajude também.
       Bjos carinhosos!


             

            Extraído do livro : A vida vai dar certo pra mim.
              Autora: Iyanla Vanzant




  


   
   

14 comentários:

  1. Nossa Lili!amei cada pedacinho,muito lindo e verdadeiro o que está escrito aqui,fiquei emocionada,obrigada por dividir,tenha um lindo fim de semana querida,bjkas...

    ResponderExcluir
  2. Oi Lilisinha, que texto lindo! Tão verdadeiro! Me emocionei bastante.
    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo, florzinha!
    Vou tentar descobrir minhas paisagens...adorei o paralelo, fez-me todo o sentido!
    Que seu final de semana seja bem docinho e colorido também!
    Bejocona

    ResponderExcluir
  4. Olá Lli. Não sou tão otimista quanto vc, mas da para ir vivendo.
    Espero ser bem vinda por aqui.

    ResponderExcluir
  5. Olá Lilisinha, tudo bem com voce?

    Não sou muito de me prender em leituras, mais esse texto, me prendeu do começo ao fim, quanta
    verdade foi dita, adorei muito.

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  6. Lisinha!Você me deu uma ideia incrível! tô tão preocupada de não poder comemorar meu aniversário. Meu marido está viajando, trabalho num estádio de futebol e quando tem jogo tenho que ficar até 22:00 h, e vai ter jogo no dia do meu aniversário...Vou fazer um aniversário virtual! Você pode me dar mais dicas? Tô olhando os seus posts do dia das mães. bjs

    ResponderExcluir
  7. bem legal fiquei curiosa para ler.
    me identifiquei bastante com a parte que o autor diz ser capaz de de enumerar seus pontos fracos mas se ve imcapaz de identificar seus pontos fortes.
    beijo querida
    daiane cascini

    ResponderExcluir
  8. Lili amada, é maravilho este texto, só pude vir agora, minha net está igual tartaruguinha, obrigada pelo carinho amiga, um maravilhoso domingo pra você, beijos!
    Graça

    ResponderExcluir
  9. que lindo amiga
    vou tentar de agora em diante ver minhas paisagens tb e tentar sempre melhorar.
    bjs e boa semana Edna

    ResponderExcluir
  10. Oh! saudade que estava de vc!
    acabei de viajar por seu blog até o niver do Luizinho, que vontade de estar por ai!
    Não tenho visitado muito as amigas, o tempo anda curto, as postagens tenho programado varias num mesmo dia. ainda to te devendo uma, mas logo te mando
    nao sei sobre o que escrever!
    Cecilia esta linda , mas é muito dengosa, quer ficar todo tempo no colo, me da uma canceira, kkkk

    bjocas e bom inicio de semana!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Lisinha você está super convidada pra festa de aniversário virtual, foi você quem me inspirou. Escolhe uma imagem sua pra eu colocar na minha "festa"? vou colocar o link do seu blog.
    Se quiser "trazer" alguma "comida", ajudar na "decoração", mandar alguma imagem de "presente", pode passar o link por comentário, coloco o link do blog também.
    Você ainda não está participando do sorteio, participa por favor, você faz parte da ideia.
    Se puder divulgar a festa e o sorteio eu agradeço.

    ResponderExcluir
  13. Irmã! Q saudade enorme de vc!

    Primeiro, kd seu número novo? Me mande logo, tou louca pra falar com vc....
    Sim, graças a Deus meus babys já tão bem, é um alívio pra mim.
    E kd meu sobrinho lindo e meu cunhado?
    Me mande logo esse tel pra gente colocar os papos em dia.

    Um bjo bem grandão!

    ResponderExcluir
  14. Oi Flor tem selinho para vc no meu blog

    http://recantojasmin.blogspot.com/2011/10/mais-selinhos-para-minha-colecao.html

    Me faz um favor, se vc ainda não votou, voto no meu blog no concurso , é só seguir o passo a passo do link http://recantojasmin.blogspot.com/2011/10/topblog-entre-os-100-finalistas.html

    bjsss

    ResponderExcluir